Geraldo Vandré – Uma Canção Interrompida – Vitor Nuzzi

Geraldo Vandré – Uma Canção Interrompida – Vitor Nuzzi

Vitor Nuzzi 368 páginas
5.0/5.0
SINOPSE

Geraldo Vandré nasceu nos anos 1960 e morreu em 1968.

Morreu? Não, Vandré vive!

Geraldo Vandré, a personificação de um período de contestação, vive nas canções e no imaginário de uma geração que ouviu cantar no Maracanãzinho na noite de 29 de setembro de 1968: quem sabe faz a hora, não espera acontecer.

Então veio um longo período de silêncio.

Desde seu retorno ao país, em 1973, Vandré tornou-se um enigma para o público. Suas músicas, como Disparada, Fica Mal Com Deus, Porta Estandarte, Quem Quiser Encontrar O Amor, Pra Não Dizer Que Não Falei Das Flores e tantas outras, no entanto, estão aí para que sejam (re)conhecidas e lembradas.

Hoje, Geraldo pedrosa de Araújo Dias, o mítico Geraldo Vandré, vive como cidadão anônimo que caminha pelas ruas de São Paulo e do Rio De Janeiro, do país.

É a história de um artista brasileiro.

Leia também...

Compramos um Zoológico – Benjamin Mee...
Compramos um Zoológico – Benjamin Mee...
A história verídica de um zoológico arruinado e dos du...
Detalhes
Mozipédia – Simon Goddard...
Mozipédia – Simon Goddard...
Pare se você acha que já ouviu essa antes. Morrissey gosta...
Detalhes
Jornada da Esperança – A Saga do St. L...
Jornada da Esperança – A Saga do St. L...
Sol e Lisa são duas crianças a bordo do St. Louis, um n...
Detalhes
Pep Guardiola – A Evolução – Ma...
Pep Guardiola – A Evolução – Ma...
Na Alemanha, Guardiola viveu uma metamorfose que o transf...
Detalhes